OK

Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies com o objetivo de analisar e medir o público, tráfego e navegação, definir serviços e ofertas adaptadas aos seus interesses e interesses personalizados e compartilhar ou redirecionar de sites de terceiros. Para mais informações e configurações, clique em saiba mais

A importância da alta direção em um sistema de gestão da qualidade

A norma ISO 9001 está completando 30 anos. Nessas três décadas, seus requisitos evoluíram do conceito de garantia da qualidade para o de gestão da qualidade.

O que è a ISO 9001:2015? A norma em si evoluiu de um modelo estático para um modelo dinâmico de gestão. Em outras palavras, de uma norma com um foco essencialmente operacional na padronização dos processos – “escreva como se faz e faça como se escreveu” – para uma norma com foco no planejamento estratégico da organização.
 

OS TRÊS NÍVEIS DE GESTÃO NA NORMA ISO 9001:2015

Aprenda as normas Uma norma que ao logo de suas versões vem estabelecendo requisitos cada vez mais voltados para a administração da organização no seu sentido mais amplo. A versão 2015 da norma ISO 9001 acentuou essa tendência estabelecendo claramente três níveis de gestão – estratégico, tático e operacional. O operacional já era conhecido desde a primeira versão de 1987. E o tático, correspondendo à gestão da dos processos foi introduzido a partir da versão de 2000.

Com os requisitos para monitoramento e medição dos processos, com seus indicadores, análise e metas de melhoria. No entanto, na versão 2015 da norma, surgem os conceitos de direcionamento estratégico e sucesso sustentável. O planejamento estratégico como meio de garantir a sustentabilidade da organização. Isso está explícito já na introdução da norma ISO 9001:2015: “A adoção de um sistema de gestão da qualidade é uma decisão estratégica para uma organização que pode ajudar a melhorar seu desempenho global. Além disso, prover uma base sólida para iniciativas de desenvolvimento sustentável”.

O PAPEL DA ALTA DIREÇÃO DA ORGANIZAÇÃO

E, como não poderia deixar de ser, o planejamento estratégico de uma organização é responsabilidade da gestão dessa organização no seu mais alto nível. Ou, em “normatês”, da alta direção da organização. Coerente com isso, a norma estabelece como responsabilidade da alta direção: “Assegurar a integração dos requisitos do sistema de gestão da qualidade nos processos de negócio da organização”. E aqui chama atenção o uso do termo “processos de negócio”. Que uma nota da norma esclarece, de modo amplo, como atividades centrais para os propósitos da existência da organização.
 

E PARA QUE EXISTE UMA ORGANIZAÇÃO?

Por certo que em nenhuma de suas versões anteriores a norma ISO 9001 prescindiu da participação alta direção. Porém, é certo também que em nenhuma das versões anteriores houve tal relevância da sua participação direta da alta direção na condução do sistema de gestão da qualidade da organização. Nem poderia ser diferente quando a norma ISO 9001:2015 reforça a noção de um sistema de gestão da qualidade como parte integrante dos processos de negócio da organização.

 

 

 

 

 

 

 


DESCUBRA NOSSOS PACOTES DE TRANSIÇÃO ISO 9001:2015

Pacote Transiçao Ouro ISO 9001:2015ISO 9001:2015 PACOTE TRANSIÇAO PrataISO 14001:2015 PACOTE TRANSIÇAO bronzeTodos os produtos ISO 9001:2015